Planejamento Turístico

Em todas as nossas atividades cotidianas, seja em casa, em um relacionamento, em família, no estudo ou no trabalho ações planejadas tendem a trazer muito mais harmonia, resultado e qualidade de vida em geral. Planejar é cada vez mais importante no mundo dos negócios, podemos afirmar que no universo competitivo atual, uma empresa que não faça planejamentos organizados, por menor que seja, tende a deixar de existir. No Mercado de Turismo não é diferente e o planejamento Turístico é premissa básica para o sucesso de uma operação, empresa e/ou grandes eventos. Mas e então, o que é, de fato – o planejamento turístico?

Planejamento turístico é o conjunto de ações dependente de variáveis politicas, econômicas, sociais, culturais e ambientais que objetivam o crescimento e organização de um determinado objetivo futuro proposto. Essas ações precisam ser pensadas de maneira dinâmica, uma vez que a atividade não é estática e está em constante desenvolvimento.

Sendo assim, precisam, portanto de definição de objetivos, ordenação de recursos materiais e humanos e determinação de métodos, tempo e indicação de localização espacial. Outro ponto importante é a necessidade cada vez maior de integração entre os diversos planejamentos que uma empresa deve fazer, ou seja pensar de modo conjunto a sua parte financeira, operacional e no caso do turismo, a cidade e a influência de fatores externos e variáveis incontroláveis. Um planejamento turístico bem executado não garante o sucesso total da demanda de uma empresa, porém minimiza e muito possíveis barreiras, simula entraves e prevê soluções para tais problemas antecipadamente. Além disso podemos citar diversos outros benefícios como:

· Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental da comunidade local

· Geração de emprego e renda

· Melhoria da infraestrutura local

· Incentivo e implementação de Práticas Sustentáveis

Os efeitos de um bom planejamento podem não ser percebidos de imediato, no entanto os efeitos de um planejamento equivocado, em geral são percebidos quase que instantaneamente. Entre os Efeitos colaterais de um mau planejamento turístico destacamos:

· Impacto na qualidade de vida da comunidade local

· Impacto na infraestrutura local

· Queda nos rendimentos econômicos na comunidade local

· Percepção de atitudes e práticas Xenofóbicas (Xenofobia)

Por fim, sabemos que há vários desafios para o êxito e implementação de um planejamento. Como a atividade é altamente dinâmica, é necessário ter total flexibilidade para adaptar-se rapidamente às mudanças que acontecem durante o processo, tendo como premissa as variáveis já citadas e que vale a pena destacarmos novamente, variáveis: Politicas; Econômicas; Sociais; Culturais e Ambientais e todo o levantamento de dados necessário para estabelecer as diretrizes do estudo. Uma empresa do Ramo de Turismo que não se baseie nas premissas citadas anteriormente, ainda que se ausente somente de uma delas está fadada ao fracasso, visto que são variáveis extremamente íntimas à área e que influenciam diretamente na percepção positiva ou negativa do destino turístico como um todo.

10 visualizações0 comentário